By Phil

O Triplo Expresso é um magazine áudio sobre computadores, internet e cybercultura. Num estilo descontraído, conta com participação de três amigos que se conheceram na blogosfera:

Maria João Valente

Nascida e criada em Lisboa, mudei-me há uns poucos de anos para terras mouras no Sul de Portugal, onde lecciono arqueologia na Universidade do Algarve. Antes disso patinei um pouco em Direito (por tradição familiar) e em História (antes de descobrir que os períodos mais antigos eram, também, mais interessantes). Actualmente vivo em Loulé com a família, mas estou a planear secretamente a mudança para ambientes mais rurais, onde terá que existir — imprescindivelmente — ligação à internet (dial-up não conta).

Durante anos utilizei PCs, com o sistema operativo Windows. Funcionava razoavelmente bem com eles, até que me deparei com uma demonstração in loco (os amigos são para isso mesmo) da plataforma Macintosh. Roída de inveja, resolvi mudar de vida (em inícios de 2006): reneguei o Windows e tratei de comprar um MacBook Pro, ao que se seguiu um iMac.

Não tenciono mudar de vida, até porque a utilização dos Macs permitiu-me realizar em pleno uma vocação antiga: ser verdadeiramente geek. Sem considerar os Macs perfeitos, sou apaixonada pelo seu look e interface, pelas aplicações que podem ser utilizadas e pela estabilidade. Como a paixão precisava de extravasar, resolvi voltar ao mundo blogoesférico (anteriormente já tinha tido uma aventura ligada à arqueologia) com o  Mac² (Mac Ao Quadrado). Daí ao Twitter foi um saltinho e, em conversa digital, surgiu o projecto Triplo Expresso.

Nas minhas deabulações cibernaúticas posso ser encontrada em:

 Mac² – macaoquadrado.com

Twitter – twitter.com/mjvalente

Phil

Orgulhosamente nascido nos finais da revolucionária década de 70, em Lisboa, o universo conspirou para que pudesse viver nos gloriosos anos 80. Impossível esquecer o Load “”, o Spectrum, o ajustamento da cabeça do leitor de cassetes, o mítico carregamento dos jogos, o Commodore Amiga, o primeiro PC que tive…

Decorria o ano lectivo 1995/96, quando decorreu no mítico Liceu Camões, uma demonstração sobre Internet. Foi uma experiência ímpar, que deu uma nova luz aos meus horizontes.

Nos anos seguintes, em paralelo com a minha formação mais ligada à Banca, fui obtendo algumas certificações na área do Web Design e da programação para Web, conseguindo manter alguma proximidade com outras áreas, como a comunicação, imagem e marketing, que me permitiram uma evolução profissional muito interessante.

Seguiu-se a blogosfera. Os primeiros projectos já lá vão, já se perderam na rede. Mas, não posso deixar de referir que a blogosfera literalmente mudou o rumo da minha vida. Se tenho poucos pontos de viragem na minha vida, um deles foi a entrada na blogosfera.

Com a blogosfera, acabei por chegar ao mundo do Podcasting, muito influenciado pelo duplo Impacto. A experiência do Podcasting aproximou-me do universo Apple. Rapidamente percebi que as ferramentas ideais para edição de um podcast, estariam somente disponíveis para Mac OS X. Aos poucos fui começando a acompanhar as Keynotes do Steve Jobs e as novidades Apple.

Face ao aumento da notoriedade da Apple e todo o hype em torno da mesma, nos podcasts que costumo acompanhar, seria difícil não resistir ao apelo e acabei por me tornar num “switcher” em Junho de 2007.

Hoje, sou frequentemente questionado se tenho alguma contrapartida oferecida pela Apple…

Se quiserem saber um pouco mais sobre mim, podem consultar:

– Blog: iphil.com.pt

– Flickr: flickr.com/photos/iphil_photos

– Twitter: twitter.com/iPhil

David Rodrigues

Oriundo da nebulosa do cisne, nos limites da constelação de Sagitário, desde cedo me interessei por tudo o que estivesse relacionado com ciências, matemáticas e tecnologia. Acabei por entrar para o IST em 93 onde o acesso aos computadores do ciist mudaram a minha forma de ver o mundo.

A minha adopção da internet foi quase imediata, sendo um orgulhoso possuidor de modems 14.4Kbps, 36.6Kbps (que nunca se ligou a mais de 28…) e 56Kbps. Relíquias que abriram as portas para um mundo muito para além das curtas distâncias da nebulosa onde nasci.

Hoje estou por Lisboa, de onde assisto à vertiginosa evolução do nosso mundo, ficando a cada momento fascinado com o que se vai “inventando”. Estou no momento a acabar a minha tese de mestrado que versa a dinâmica das redes sociais e naturalmente estou bastante interessado em todo os fenómenos desta Web 2.0.

Há 3 anos descobri o fenómeno podcast e desde então estive em dois projectos, o “Sixhat Agridoce”, e o “a MACacada”. O primeiro mais ligado ao Open Source e o segundo ao universo Apple. Agora é a vez de participar neste Triplo Expresso, que surgiu no seio do fenómeno Web 2.0 que é o Twitter e pretende falar um pouco de tudo o que tenha a ver com internet e novas tecnologias e onde se procurará discutir o que o futuro nos trará.

– Blog: sixhat.net

– Twitter: twitter.com/sixhat